Header Ads

Clássico expressionista Norferatu vai ganhar um remake americano



O filme de terror clássico Nosferatu (1922), um dos principais títulos do cinema expressionista do início do século passado, vai ganhar um remake americano. A informação é do site Deadline.

Adaptação não autorizada do livro Drácula, de Bram Stoker a trama do original acompanhava Hutter, um agente imobiliário, viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico conde Graf Orlock, que na verdade é um milenar vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen, a esposa de Hutter, pois Orlock, está atraído por ela.

O filme foi F.W. Murnau (Aurora) e chamou muita atenção na época pela atuação de Max Schreck no papel do personagem-título. Boatos da época diziam que Schreck era um vampiro de verdade, e que Murnau o alimentava com figurantes e membros da equipe. Essa lenda gerou o filme A Sombra do Vampiro, com Willem Dafoe no papel de Schreck.

Esse não será o primeiro remake de Nosferatu. O cineasta alemão  Werner Herzog (Vício Frenético) já filmou a sua versão da história em 1979, num filme estrelado por Klaus Kinski (Fitzcarraldo). A nova versão será escrita e dirigida por Robert Eggers (The Witch) e ainda não tem cronograma de filmagem e nem data de estreia definidos.
Tecnologia do Blogger.