Ponte de Espiões | Veja duas cenas inéditas do novo filme de Steven Spielberg estrelado por Tom Hanks - 7 marte Ponte de Espiões | Veja duas cenas inéditas do novo filme de Steven Spielberg estrelado por Tom Hanks - 7 marte

Header Ads

Ponte de Espiões | Veja duas cenas inéditas do novo filme de Steven Spielberg estrelado por Tom Hanks



A 20th Century Fox divulgou duas cenas inéditas do filme Ponte de Espiões (Bridge of Spies), nova parceria entre o ator Tom Hanks e o cineasta Steven Spielberg (depois de O Resgate do Soldado Ryan, O Terminal e Prenda-me se for Capaz). As cenas podem ser vistas abaixo.

A trama se passa na época da Guerra Fria e acompanha um advogado (Hanks) recrutado pela CIA para auxiliar na operação de resgate a um piloto norte-americano detido na União Soviética.

O elenco ainda conta com Billy Magnussen (Caminhos da Floresta), Alan Alda (Roubo nas Alturas), Austin Stowell (Whiplash: Em Busca da Perfeição), Amy Ryan (Medo da Verdade) e Mark Rylance (O Franco-Atirador).

Ponte de Espiões chega aos cinemas brasileiros em 15 de outubro.


Um comentário:

  1. Um lançamento muito interessante! Ponte dos Espiões marca o retorno de Steven Spielberg à boa forma e ao modo mais gostoso de se fazer cinema: com criatividade e amor pela arte. Como sempre, Hanks traz sutilezas em sua atuação. O personagem nos cativa, provoca empatia imediata graças a naturalidade do talento do ator para trazer Donovan à vida. Mark Rylance (do óptimo Novo Filme Dunkirk ) faz um Rudolf Abel que não se permite em momento algum sair da personagem ambígua que lhe é proposta, ocasionando uma performance magistral, à prova de qualquer aforismo sentimental que pudesse atrapalhá- lo em seu trabalho, sem deixar de lado um comportamento espirituoso e muito carismático. O trabalho de cores, em que predominam o cinza e o grafite, salienta a dubiedade do caráter geral do mundo. Ponte dos Espiões levanta uma questão muito importante: a necessidade de se fazer a coisa certa, mesmo sabendo que isso vai contra interesses políticos ou de algum grupo dominante. A história aqui contada é baseada em fatos reais, mas remete também ao caso recente do ex-administrador de sistemas da CIA que denunciou o esquema de espionagem do governo americano em 2013 e foi tratado como um traidor, mesmo que tenha tido a atitude correta. É uma crítica clara à hipocrisia norte-americana, que trabalha sempre com dois pesos e duas medidas em se tratando de assuntos como esse.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.