Header Ads

Quadrinhos | Meu Amigo Dahmer

Graphic novel narra a juventude de um dos maiores serial killers dos Estados Unidos. 

My Friend Dahmer

Jeffrey Dahmer é um dos maiores serial killers da história dos Estados Unidos, responsável por pelo menos 17 mortes de homens e garotos. Seus crimes horrendos ocorreram por mais de uma década e envolviam, além de assassinato, estupro, necrofilia e até canibalismo. A graphic novel Meu Amigo Dahmer, escrita e desenhada por Derf Backderf (amigo de infância de Jeffrey), não fala sobre isso.

Lançada no Brasil pela DarkSide Books, a HQ parte de uma proposta diferente, narrando a juventude de Dahmer na década de 1970, antes de ele se tornar um assassino. Para isso, o autor revisitou as suas memórias de infância, além de fazer uma extensa pesquisa a partir de entrevistas, reportagens de jornal, arquivos do FBI e depoimentos de conhecidos e familiares. Desta forma, ele conseguiu definir uma linha temporal que vai desde quando ele conhece Jeffrey até o primeiro assassinato.

My Friend DahmerO próprio autor defende que a partir desse momento, é impossível ter qualquer simpatia pelo protagonista. Ele também define bem a sua proposta, ao afirmar que "minha história trata da espiral descendente, não da chacina perversa e sanguinolenta de Dahmer". Antes de ser um assassino, Jeffrey Dahmer era um jovem problemático, que passava por um momento conturbado. Ele testemunhou o colapso do casamento dos pais, teve que conviver com a mãe doente e não tinha com quem conversar sobre as vozes que o assombravam.

Em nenhum momento, porém, Derf Backderf tenta justificar as atitudes do amigo. Em vez disso, ele quer entender o que pode tê-lo levado a fazer o que fez. Desta forma, ficamos sabendo das "experiencias" que Dahmer fazia dissolvendo animais mortos, das suas tentativas frustradas de cometer seu primeiro crime e de como ele acaba recorrendo à bebida como uma maneira de adormecer os seus anseios, ao menos por um tempo.

Lembrando muito o estilo de quadrinhos independentes, a arte de Backderf mostra o protagonista sempre de maneira inexpressiva, envolto em sombras ou deslocado dos seus colegas da escola. O artista também utiliza-se de metáforas visuais e simbolismos, como forma de mostrar o estado de espírito do personagem. É o caso daquele quadro no qual vemos Jeffrey acima de um córrego que se divide em dois caminhos opostos, indicando as direções que sua vida poderia seguir.

O acabamento gráfico da DarkSide é algo que também vale mencionar. Primeira edição do selo de Graphic Novels da editora, Meu Amigo Dahmer ganhou uma impressão de qualidade, com capa dura e diversas páginas de material extra. É o tratamento digno que uma excelente história como essa merecia. Ah, e se você ficou interessado e deseja comprar a HQ, é só acessar aqui: Meu Amigo Dahmer. Comprando pelo nosso link, você ajuda o 7 Marte e eu agradeço muito.

My Friend Dahmer

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.