Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2017 - 7 marte Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2017 - 7 marte

Header Ads

Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2017

Paterson, de Jim Jarmush, foi o grande vencedor na categoria internacional.

Paterson Jim Jarmush Adam Driver

A ABRACCINE - Associação Brasileira de Críticos de Cinema - divulgou a sua lista com os vencedores do Prêmio ABRACCINE, que elegeu os melhores filmes do ano de 2017. Assim como nos demais anos, a associação escolheu três títulos como seus premiados, sendo um longa internacional, um longa nacional, e um curta-metragem nacional.

O sensível drama Paterson, dirigido por Jim Jarmusch e estrelado por Adam Driver, foi eleito o Melhor Longa Metragem Estrangeiro. O filme conta a história de um motorista de ônibus que repete uma rotina simples: dirige sua rota, observando a cidade que se revela pela janela e ouvindo fragmentos de conversas que o rodeiam; escreve poesias em um caderno; passeia com o cachorro; para em um bar, bebe uma cerveja e, depois, volta para casa para encontrar a esposa. A esposa do motorista é o completo oposto dele. Seu mundo está sempre mudando. Ela tem novos sonhos todos os dias. Ele apoia as ambições dela; ela encoraja o talento dele para a poesia. O filme observa silenciosamente as vitórias e derrotas da vida cotidiana, e a poesia que se evidencia nos pequenos detalhes.

Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2017O prêmio de Melhor Longa Metragem Brasileiro foi para Martírio, dirigido por Vincent Carelli, Ernesto de Carvalho e Tatiana Almeida. O filme narra a grande marcha de retomada dos territórios sagrados Guarani Kaiowá através das filmagens de Vincent Carelli, que registrou o nascedouro do movimento na década de 1980. Vinte anos mais tarde, tomado pelos relatos de sucessivos massacres, Carelli busca as origens deste genocídio, um conflito de forças desproporcionais: a insurgência pacífica e obstinada dos despossuídos Guarani Kaiowá frente ao poderoso aparato do agronegócio. Por fim, o premiado na categoria de Melhor Curta Metragem foi para a comédia baiana com toques políticos Mamata, dirigida por Marcus Curvelo.

Associação Brasileira de Críticos de Cinema elege os melhores filmes de 2017
Paulo Henrique Silva, Presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema, afirma que “o Prêmio Abraccine marca o encerramento de um ano de muitas atividades da associação, voltadas para a divulgação da reflexão crítica no país. Os filmes lançados em 2017 refletiram diversas inquietações da sociedade atual e o resultado do prêmio é um exemplo disso”.

VENCEDORES DO PRÊMIO ABRACCINE 2017


Melhor Longa Metragem Estrangeiro:

Paterson, de Jim Jarmusch.


Melhor Longa Metragem Brasileiro:

Martírio, de Vincent Carelli, Ernesto de Carvalho e Tatiana Almeida.


Melhor Curta Metragem:

Mamata, de Marcus Curvelo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.